2011: Ano Internacional das Florestas

A ONU declarou 2011 como Ano Internacional das Florestas.

Para um país que votará seu novo e polêmico Código Florestal, além de muitos outros projetos na área ambiental, o ano de 2011 será muito importante.

Um documento da UNESCO define as ações relevantes:

O Ano Internacional das Florestas – 2011 oferece uma oportunidade única de fomentar a consciência pública para os problemas que afetam grande parte das florestas do mundo e as pessoas que delas dependem. Já existem boas informações sobre experiências positivas e valiosas para promover uma gestão florestal sustentável. A celebração do Ano Internacional é um meio para se unir esforços, encoranjando, desta forma, a participação de todos os povos para o Setor Florestal. Para facilitar a realização dos objetivos deste Ano Intenacional, o secretariado do “Fórum das Nações Unidas sobre as Florestas” propõe as seguintes atividades difusoras:

a) Logotipo do Ano Internacional das Florestas – 2011:
O logotipo oficial do Ano Internacional das Florestas foi idealizado por designers gráficos e desenvolvido em colaboração com o Departamento de Informação Pública da Secretaria Geral. Recebeu aprovação do Conselho de Publicações das Nações Unidas em 09 de julho deste ano em curso, tendo sido apresentado publicamente em todos os idiomas oficiais da Organização, a 19 de julho de 2010.
– O logotipo do Ano Internacional das Florestas – 2011 tem como tema “Florestas para o povo”, exaltando o papel fundamental das pessoas na gestão, conservação e exploração sustentável das florestas do mundo. Os elementos iconográficos do desenho representam alguns dos numerosos valores das florestas e neste contexto, fazem um apelo para urgentes mudanças que se fazem indispensáveis.
Florestas fornecem abrigo para as pessoas e um habitat para diversidade biológica, são uma fonte de alimentos, medicamentos e água potável e desempenham um papel vital na estabilização do clima e do meio ambiente mundial. A união de todos esses elementos reforçam a idéia de que as florestas são vitais para a sobrevivência e o bem estar das sete milhões de pessoas que povoam nosso planeta.

b) O site do Ano Internacional das Florestas – 2011:

“A Secretaria do Fórum das Nações Unidas sobre Florestas” está construindo um site para fornecer uma plataforma on-line a todas as informações relativas ao Ano. Este site contará com ferramentas interativas audiovisuais, linha para promover o envio de opiniões e diálogo, além de vir a oferecer um calendário de iniciativas nacionais, regionais e internacionais relacionadas com o Ano Internacional das Florestas. Recursos eletrônicos, materiais diversos de promoção do Ano, assim como fotografias, vídeos, áudio e PowerPoint estarão disponibilizaidos. A elaboração do site inclui a criação de um portal dedicado a matérias e notícias relacionadas às florestas de todos os quadrantes do globo terrestre.

c) Porta-vozes ou mensageiros das florestas:

O secretariado do “Fórum das Nações Unidas sobre Florestas” está selecionando pessoas que ocupem lugares de liderança nas comunidades para atrair a atenção da mídia, dando maior visibilidade à causa das florestas, sensibilizando para aumentar o apoio da população a essa causa.

d) Coleção de selos sobre o Ano Internacional das Florestas – 2011:

A Administração Postal das Nações Unidas está desenvolvendo uma coleção de selos comemorativos para colaborar com a “Secretaria do Fórum das Nações Unidas sobre as Florestas”. Esta coleção será apresentada na inauguração oficial do Ano Internacional das Florestas, nos dias 2 e 3 de fevereiro de 2011, em Nova Iorque. Toda a belíssima coleção de selos está sendo confeccionada nas oficinas da ONU de Genebra e Viena.

e) Concursos Artísticos, Cinematográficos e de Fotografia:

“A Secretaria do Fórum das Nações Unidas sobre Florestas” prevê a organização de eventos on-line para homenagear aqueles que expressem através das artes plásticas, fotografias, filmes e curtas-metragens a idéia de que as florestas são para o povo,. A Secretaria colabora atualmente com museus, cineastas especializados em meio-ambiente, representantes dos meios de difusão e organizações que se preocupam com as florestas, para organizar um grandioso concurso mundial, do qual participem obras, filmes e fotografias que ilustrem o tema do Ano Internacional das Florestas – 2011: “Florestas para o povo. ”

f) Anúncios de interesse público e curta-metragens promocionais:

“A Secretaria do Fórum das Nações Unidas sobre Florestas” está planejando produzir um curta-metragem de 3 a 5 minutos e alguns anúncios de interesse público que serão distribuídos em todo o mundo em diversos idiomas, a serem transmitidos pela televisão e outras mídias, incluindo espetáculos teatrais gratuitos em que se possa transmitir idéias e fomentar ações em prol das florestas.

i) A diversidade biológica das florestas:

“A Secretaria do Fórum das Nações Unidas sobre Florestas” mantém uma estreita colaboração com a “Secretaria da Convenção sobre a Diversidade Biológica” para estudar os âmbitos em que possa haver sinergia entre o Ano Internacional da Biodiversidade, 2010 e Ano Internacional das Florestas – 2011. Entre as atividades se incluiu a organização de um “ato de ligação dos Anos” que fará parte da cerimônia de encerramento do Ano Internacional da Biodiversidade, que será realizada em dezembro de 2010, em Kanazawa, Ishikawa (Japão), e o desenvolvimento de informações sobre a diversidade biológica das florestas que destaca a profunda relação entre florestas e biodiversidade. Estudam-se outras ações de comunicação para aproveitar os resultados do Ano Internacional da Biodiversidade, de 2010 e sua dinâmica no Ano Internacional Floresta – 2011.

j) Zonas Úmidas e Florestas:

A Convenção de Ramsar escolheu o lema “Os pântanos e florestas” Dia Mundial das Zonas Úmidas para 2011 em homenagem ao Ano Internacional das Florestas. “A Secretaria do Fórum das Nações Unidas sobre Florestas” colabora atualmente com a “Secretaria da Convenção Ramsar” para a produção de um documento sobre as zonas úmidas e florestas para o Dia Mundial das Zonas Úmidas 2011.

O site oficial é: International Year of Forests 2011

2008: Ano Internacional do Planeta Terra

2008 parece que vai ser um ano bom no que diz respeito a debates ambientais. Além de ser o Ano Internacional dos Recifes de Corais, decretado pela Iniciativa Internacional de Conservação dos Recifes de Corais (ICRI), é também o Ano Internacional do Planeta Terra.

 

A UNESCO, através do Programa de Escolas Associadas (PEA), define, na Assembléia Geral da ONU, o tema a ser abordado em projetos a serem desenvolvidos pelos alunos das escolas associadas a cada ano. 2007 foi o Ano Heliofísico Internacional, que estimulou o estudo do sistema solar e dos planetas relacionados. Falou-se sobre aquecimento global, fontes de energia alternativa, tempo, clima, poluição e tantas outras coisas. A partir do tema básico, os alunos descobrem uma infinidade de temas relacionados, e podem até trocar idéias com alunos de outras escolas associadas.

 

O objetivo do PEA UNESCO é estimular a preservação do meio ambiente, a sustentabilidade, a cidadania, a responsabilidade social e, acima de tudo, a paz.

 

Em 2008, com o “Ano Internacional do Planeta Terra: Ciências da Terra para a Sociedade”, a UNESCO deseja estimular crianças e adolescentes a falarem sobre o grande potencial das Ciências da Terra na construção de uma sociedade mais segura, saudável, solidária e sustentada. Através dos projetos resultantes, o objetivo é encorajar a sociedade a utilizar esse potencial de maneira mais eficiente em seu próprio benefício. Os dez temas abrangentes, multidisciplinares e relevantes do ponto de vista social propostos pelos cientistas são:

 

1. água subterrânea (prevenção para um mundo cada vez mais sequioso);

2. desastres naturais (mitigação e prevenção);

3. Terra e saúde (geomedicina);

4. clima (efeitos naturais e influência humana);

5. recursos naturais e energia;

6. megacidades;

7. núcleo e crosta terrestres;

8. oceanos;

9. solos;

10. Terra e vida (as origens da vida e do homem para a compreensão do futuro).

 

O Programa Científico deverá, ainda, ser baseado em geociências, ter âmbito global, apresentar uma abordagem holística e multidisciplinar, ter forte impacto humano, ter potencial para atingir os países em desenvolvimento, ser amplamente divulgado e impulsionar o desenvolvimento das geociências como um todo.

 

Se você tiver filhos, sobrinhos, netos, afilhados ou amigos que estudem em uma escola filiada ao PEA UNESCO e quiser trazer para o Faça a sua parte os frutos desse trabalho, entre em contato conosco. Se você for professor de uma escola filiada ou se a sua escola tiver um bom programa de educação ambiental, venha divulgar aqui os trabalhos de seus alunos. Valem trabalhos desde a Educação Infantil até o Ensino Médio. Podem ser textos, desenhos, fotos, o que a imaginação e o empenho das crianças e adolescentes mandarem!

 

Aqui você encontra uma lista das escolas associadas ao programa no Brasil.